Mitos e Verdades sobre o Suco Detox

Há um tempo que a palavra detox tem ganhado destaque nos mais diversos meios — capas de revista, embalagens de alimentos congelados e garrafas de sucos e suplementos são alguns exemplos de onde podemos encontrá-la.

Mas o que esse termo realmente significa e qual a importância disso? Será que podemos confiar em tudo o que a publicidade e a mídia nos dizem?

Detox é a abreviação das palavras destoxificação e detoxificação (ou ainda desintoxicação), que significam “remoção de substâncias tóxicas de um organismo vivo”. O corpo humano, por si só, já possui mecanismos fisiológicos “autolimpantes” de rotina, como os que ocorrem no fígado, que são responsáveis por eliminar as toxinas do organismo.

Leia também: Kifina funciona

Todos os dias, as pessoas são expostas a diversas substâncias com potencial tóxico, que, quando em excesso e acumuladas nos órgãos e tecidos, são muito prejudiciais para a saúde. Entre essas substâncias, podemos citar algumas que são provenientes de alimentos e bebidas, como aditivos alimentares (presentes nos produtos industrializados), adoçantes, agrotóxicos e medicamentos, por exemplo. Certamente, uma alimentação saudável e equilibrada beneficia os processos que são responsáveis por manter o corpo sadio; afinal, quando a alimentação tem como base produtos processados e ultraprocessados, cheios de elementos químicos, açúcar e gordura em sua composição, os órgãos responsáveis por essa “limpeza” acabam ficando sobrecarregados. Mas lembre-se de que não existe milagre — seja para emagrecer ou para conquistar uma vida mais saudável, é indispensável a combinação de alimentação balanceada e atividade física regular. Afinal, de que adianta beber sucos detox pela manhã e comer fast-food acompanhada de refrigerante no almoço?

Confira, abaixo, alguns mitos e verdades destacados pelo Vigilantes do Peso sobre os famosos sucos detox e use essas informações de modo a fazer escolhas inteligentes para a sua alimentação:

1) Os sucos detox, como o suco verde, são saudáveis.

VERDADE. Quando feitos com ingredientes 100% naturais e sem adição de açúcar, com certeza. A principal característica dos sucos detox é uma combinação, às vezes incomum, de ingredientes que, de certa forma, proporcionam benefícios nutricionais.

Leia também: Farinha seca barriga o que é

Veja alguns exemplos:

O suco verde, que possui tradicionalmente em seus ingredientes folhas verdes-escuras e frutas cítricas, como couve e/ou agrião com maracujá, laranja e/ou limão, por exemplo, são opções bastante saudáveis, uma vez que a fruta cítrica favorece a absorção, pelo intestino, de ferro, presente nesse tipo de vegetal.
Os sucos feitos com sementes inteiras e/ou farinhas de sementes, como chia e linhaça, são opções saudáveis, porque esses ingredientes acrescentam fibras e óleos saudáveis ricos em ômega 3 ao suco.

Leia também: Max Detox preço

Sucos adicionados de gengibre, pimenta, canela e/ou pó de guaraná, por exemplo, estimulam o aumento de gasto energético, já que esses são ingredientes com atividade termogênica e tendem a acelerar o metabolismo quando associados a hábitos saudáveis de vida.
Os sucos preparados com cacau em pó (sem açúcar), contam com os flavonoides presentes no cacau, que são poderosos antioxidantes. Além disso, a adição desse ingrediente à bebida atribui um toque especial ao sabor.
2) Quanto mais frutas no suco, melhor.

Leia também: Phytophen é bom

MITO. As frutas e os vegetais, quando transformados em suco, passam por modificações físicas na estrutura, o que leva os sucos a terem um teor de fibra inferior às frutas e aos vegetais in natura. Isso faz com que o açúcar presente nas frutas e nos vegetais (frutose e sacarose) seja absorvido mais rápido pelo organismo do que quando a fruta é consumida inteira. Além disso, a quantidade de fruta necessária para fazer um suco é naturalmente maior do que quando comparada ao seu consumo de forma inteira e sem processamento. Logo, quanto mais frutas no suco, mais açúcar será absorvido rapidamente e maior será a sobrecarga para o fígado. Não coloque no suco tudo o que vê pela frente. Caso contrário, ele será uma bomba de açúcar no seu corpo.

3) Sucos de frutas podem substituir refeições principais (almoço e jantar).

MITO. Os sucos devem ser encaixados como complementos a uma alimentação balanceada. Os mais encorpados, como os com sementes, mistura de frutas ou outros ingredientes, são boas opções para serem encaixadas como lanches entre as refeições, principalmente antes de atividades físicas de moderadas a intensas, já que são fontes de carboidratos de rápida absorção.

4) Alimentação à base de sucos detox pode trazer riscos à saúde.

VERDADE. Basear a alimentação em sucos detox é o mesmo que adotar uma dieta radical, já que isso transforma a dieta habitual em uma dieta, usualmente, de baixas calorias e desequilibrada em macro e micronutrientes. Esse desequilíbrio de nutrientes pode até levar a uma perda de peso rápida, mas dificilmente sustentável. Se praticada sem orientação, por muito tempo ou consecutivamente, pode levar a deficiências sérias de nutrientes. Além disso, é importante lembrar que a mastigação faz parte do processo digestivo e de estímulo à saciedade. Uma alimentação saudável requer níveis adequados de proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas e minerais em todas as refeições.

5) Sucos detox podem ser tomados indiscriminadamente.

MITO. A água deve ser a principal bebida a ser consumida durante o dia, aliada a uma alimentação balanceada. O consumo de líquidos recomendado é de 6 copos de bebidas não alcoólicas por dia. Os sucos detox, como são feitos basicamente com frutas e vegetais, são ricos em carboidratos, que, consequentemente, adicionam calorias e açúcares de rápida absorção à alimentação. Beber uma garrafa inteira de 500 ml de suco de frutas e vegetais pode parecer bastante atraente até a tabela nutricional ser consultada: 55 gramas de carboidratos, dos quais 51 g são açúcar.* Surpreso?

* Suco, mistura com 100% de vegetais e frutas. Guia de Alimentos e Bebidas do Vigilantes do Peso.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *