Categoria: Impotência

Excesso de peso e obesidade: as causas da ereção macia

Hoje, vamos nos debruçar sobre um grande problema da nossa sociedade moderna, com excesso de peso. E especialmente seus efeitos, especialmente nas causas da ereção suave.

Neste artigo, vamos discutir a ligação entre o conteúdo de gordura corporal e problemas de ereção .

Sim, o mito de homens acima do peso sendo bons tiros pode não ser tão verdadeiro.

Vou mostrar a você que isso pode até ser o oposto e que o excesso de peso pode levar a ” ereções suaves “. Veja impotência. E acima de tudo, como agir e assumir o controle de si mesmo.

O efeito do excesso de peso na ereção

Isso pode parecer estranho no início, mas o excesso de peso tem um impacto negativo na função erétil e pode até levar à impotência masculina.

Estar acima do peso e mais ainda em casos de obesidade (que está acima do peso em um nível crítico) é sinônimo de muitos problemas de saúde: 

  • diabetes
  • Doenças cardiovasculares
  • Derrame
  • Apneia do sono
  • A lista ainda é longa …

Na verdade, uma grande massa gorda irá perturbar completamente o seu corpo e as doenças mencionadas acima são apenas os sintomas deste distúrbio.

Existe um fenômeno natural primordial, é a homeostase. É sobre a capacidade do corpo de manter o equilíbrio perfeito do corpo apesar de todos os fatores externos.

Especificamente, mantendo sua temperatura, equilíbrio ácido-base, seu nível de açúcar no sangue, seus níveis hormonais …

Este princípio também se aplica aos níveis de testosterona e a gordura desempenha um papel importante.

Eu também convido vocês a conhecer o estimulante sexual chamado Tauron.

Algumas definições necessárias:

Eu não vou entrar nos detalhes do processo fisiológico, mas, para simplificar, existem 3 termos (finalmente 4) para entender:

  1. Testosterona : Hormônio masculino por excelência, aquele que você já conhece certamente.
  2. Aromatase : É uma enzima cuja ação é a produção de estrogênio. Em particular, a aromatase é responsável pela conversão da testosterona em estradiol.
  3. O termo bônus = estrogênio : hormônio sexual feminino que de passagem promove a ingestão de gordura.
  4. Estradiol E2 : hormônio feminino, normalmente presente em quantidades muito pequenas em humanos. O que é necessário no homem (mas em pequena quantidade) e benéfico para o bom funcionamento do cérebro e da função sexual.

O processo que interrompe suas ereções:

Agora vamos ao ponto do assunto. O excesso de peso simplesmente diminuirá seu nível de testosterona. E portanto, interrompa sua função sexual.

  • Caso você esteja com níveis de gordura acima do normal, seu nível de aromatase também será maior.
  • Com um alto nível de aromatase, sua produção de Estradiol também aumentará.
  • Se você tem um nível alto de estradiol, sua produção de testosterona cairá proporcionalmente.

De fato, em um processo normal, a aromatase transforma a testosterona em estradiol. Ele irá, portanto, interpretar seus altos níveis de estradiol como um excedente de testosterona. Como resultado, você irá produzir menos testosterona.

E não acabou, porque com os seus níveis hormonais masculinos em declínio, você entra num círculo vicioso: 

  • Caso você esteja com níveis de gordura acima do normal, seu nível de aromatase também será maior.
  • Com um alto nível de aromatase, sua produção de Estradiol também aumentará.
  • Se você tem um nível alto de estradiol, sua produção de testosterona cairá proporcionalmente.

De fato, em um processo normal, a aromatase transforma a testosterona em estradiol. Ele irá, portanto, interpretar seus altos níveis de estradiol como um excedente de testosterona. Como resultado, você irá produzir menos testosterona.

E não acabou, porque com os seus níveis hormonais masculinos em declínio, você entra num círculo vicioso: 

O terrível círculo  vicioso

Menos testosterona = Difícil de tomar músculo ou manter sua massa magra (músculo) = Ganho de peso = Agravamento do fenômeno.

Em conclusão, ser muito gordo reduz seus níveis de testosterona e afeta diretamente sua capacidade sexual.

Agora que você entende a ligação entre problemas de ereção e excesso de peso (pelo menos eu espero que eu tenha de dizer), vamos concentrar-nos na compreensão dos excesso de peso, suas causas e como tratá-la .

Dicas para melhorar sua relação sexual

1. A oposição:

Nós não podemos realmente chamar isso de uma técnica de sexualização, mas é tão poderosa que eu não poderia deixar de falar sobre isso.

A oposição consiste, como seu nome indica, em colocá-lo em oposição à garota que você quer seduzir .

Para estar em oposição, pode consistir, por exemplo, em não concordar com isso, não acreditar no que lhe diz, etc …

Ele mostra seu personagem oposto, sua capacidade de lutar e não se deixar levar: seu personagem masculino.

2. Rejeição Física:

O termo é um pouco forte, mas não encontrei outro nome para descrever essa técnica.

Essa técnica é uma espécie de mistura entre a técnica do toque suportado e a técnica da oposição.

Você põe a mão no ombro ou no braço da garota e se empurra um pouco para trás, como se tivesse dito uma estupidez que não merece mais sua atenção.

Como um bônus, você a faz querer voltar para você, como se ela tivesse algo a provar.

3. desembaraço aduaneiro:

É uma maneira divertida de gerar tensão sexual e muito fácil de implementar.

Essa técnica é insistir que você não está flertando com ela .

Geralmente, você fará isso antes de elogiá-lo:

“Eu não estou brincando com você, mas eu acho seu vestido muito sexy. “

Então você pode adicionar alguns, dizendo a ele, por exemplo, alguns minutos depois:

“Bem, talvez eu esteja batendo em você um pouco, mas acho seus sapatos realmente sexy. “

Ao primeiro insistir no fato de que você não está flertando com ele (mesmo que seja), basta inserir em sua cabeça a imagem de um relacionamento entre vocês dois . A imagem de você que poderia estar flertando com isso .

Você destaca o fato de que você é um homem que poderia estar flertando (o que não é o caso do cara que está na zona do amigo).

4. A diferença entre homens e mulheres

Como o nome indica, esta técnica é simplesmente para destacar o fato de que você é um homem e que ela é uma mulher:

  • “Vocês mulheres, vocês são mais assim …”
  • “Você mulheres, muitas vezes você ama …”
  • “Eu sou um cara, não sou tão fácil como você em …”
  • “Nós homens somos diferentes, temos mais problemas para …”
  • Etc …Você entra no princípio.

    5. A dança:

    Você se lembra do que eu disse sobre o toque?

    A dança envolve um contato físico permanente entre a garota e você .

    E vai muito além disso:

    Há a brincadeira do olhar, os momentos em que você o empurra para trás, os momentos em que você o puxa para você, etc …

    Esta é uma dinâmica que permite manter uma alta tensão sexual.

    6. O olhar apoiado:

    É estúpido, mas um olhar mantido que pode gerar excitação.

    Você olha para a garota que você quer seduzir nos olhos, sem dizer nada .

    Existe um branco? 
    Perfeito. 
    Conserte a garota certa nos olhos.

    Observe apenas um olho (para evitar alternar entre os dois olhos). 
    E continue procurando. Adotando uma expressão facial relaxada.

    E espere que ela desvie o olhar ou preencha o espaço em branco.

Leia sobre o estimulante masculino Macho Power.

Tenho 23 anos e sofro com problemas de ereção. Tem solução?”

Tenho 23 anos e sofro com problemas de ereção. Tem solução?”

Sexóloga e colunista do Delas, Fátima Protti esclarece dúvida de leitor que lida com a disfunção erétil desde a primeira vez
“Tenho 23 anos e sofro com problemas de perda da ereção há muito tempo. Acredito que é psicológico, já que na minha primeira relação sexual eu perdi a ereção. Passei a ter medo de fazer sexo e isso me deixa desanimado, mesmo às vezes tendo ereção forte. Pode ser um problema físico? Tem cura? Como posso resolver?”

Getty Images
70% dos casos de disfunção erétil são de ordem psicológica e emocional, principalmente na população jovem
Caro leitor, pelo que descreve há uma grande possibilidade da perda eretiva ser resultado da insegurança e da ansiedade pelo medo do fracasso.

A disfunção erétil é um problema que atinge muitos homens e, consequentemente, casais. Caracteriza-se pela incapacidade do homem de obter ou manter uma ereção adequada até a finalização do sexo, causando significativo sofrimento e problemas em suas relações. O grau da disfunção varia de mínima a severa e pode atingir homens de diversas faixas etárias.

É certo que com o aparecimento do Viagra (Sildenafil), a primeira pílula lançada para o tratamento da disfunção erétil, seguida por outras com o mesmo propósito, muitos homens retomaram sua vida sexual de forma satisfatória.

Faça o teste: a quantas anda sua vida sexual?

Entre as causas orgânicas da disfunção estão o diabetes, o cigarro, a hipertensão arterial, problemas vasculares e hormonais, alterações anatômicas do pênis, entre outras. Mas sabemos que 70% das causas são de ordem psicológica e emocional, principalmente na população jovem.

O Estudo sobre a Vida Sexual do Brasileiro, realizado em 2002 em 13 estados brasileiros sob coordenação da médica psiquiatra Carmita Abdo – fundadora do ProSex – Projeto de Sexualidade do Hospital das Clínicas, revelou que, dos 2832 indivíduos pesquisados, 34,4% dos homens na faixa entre 18 e 25 anos apresentavam DE mínima, 10,7% moderada e 1,1% completa ou severa.

Algumas perdas eretivas podem aparecer na adolescência, em decorrência de exigências internas e externas para obter uma boa performance sexual na primeira transa — o que nem sempre acontece e é normal.

Leia também: remédios para ereção funcionam

A sexóloga e colunista Fátima Protti tira dúvidas dos leitores e leitoras
Expectativas para satisfazer e ser aprovado pela garota, culpas relacionadas a certos aspectos da sexualidade e medo da rejeição podem gerar inseguranças no sexo e, como consequência, ter a primeira falha, produzindo muita angústia.

A partir daí o jovem pode ficar ansioso frente a novos encontros sexuais pelo medo do desempenho ou fracasso. Com a preocupação e a atenção voltadas para o funcionamento do pênis, novas falhas podem ocorrer ou levar a ejaculações rápidas, para não falhar.

Essa ansiedade passa a ser uma inimiga da sua ereção, porque libera, entre outras substâncias, uma grande quantidade de adrenalina, impedindo o relaxamento da musculatura do pênis, a dilatação das artérias e, consequentemente, a entrada de sangue. Ou provocando sua saída.

Leia outras colunas
“Sempre tive problema de ejaculação precoce, o que devo fazer?” “A mulher pode ter orgasmo na primeira vez?” “Meu noivo está sempre cansado para o sexo. O que devo fazer?”
Para que o homem tenha um sexo satisfatório é necessário que ele esteja despreocupado, relaxado, envolvido pelo erotismo, pelo seu prazer corporal geral e no de sua parceira.

A terapia sexual, a partir de técnicas específicas, pode ajudá-lo na identificação de conflitos e pensamentos automáticos durante a transa, no controle da ansiedade, no resgate da autoconfiança e autoestima. Procure também um urologista para uma avaliação e descartar ou tratar uma possível causa orgânica.

AUMENTE SEU DESEJO SEXUAL E DESEJO SEXUAL

Uma vida sexual gratificante é também a garantia de um casal que funciona. Exceto que o desejo sexual e a libido são às vezes muito caprichosos. Sob o edredom, é o casal que óculos. Então, para lidar com uma falta, uma perda ou uma queda no desejo sexual, você recebe dicas para aumentar sua libido e cheio de idéias para apimentar sua vida sexual. A solução para pegar o cabelo da besta e subir para as cortinas.

Exceto em casos especiais, a libido e o desejo sexual  são importantes na vida de um casal. Se você está junto por 1 ano ou 10, uma vida sexual gratificante, é mantida.

Conhecer o prazer sexual, atingir o orgasmo , recuperar o desejo sexual ou aumentar a libido não é uma coisa fácil, pois aqui estão cheios de conselhos para encontrar uma sexualidade florescida.

Desejo sexual: encontrar uma libido saudável

A falta, o declínio ou mesmo a  perda do desejo sexual em  relação ao parceiro podem acontecer sem aviso prévio. Por quê? Porque a libido fica por um fio.

É uma questão de indivíduos, idade, vida, estilo de vida, dieta, psicologia, estresse ou fadiga.

Depois de um longo dia de trabalho, às vezes é complicado querer fazer amor . Durante a gravidez, a libido também pode fazer a dela: enquanto supostamente desfrutamos dos picos hormonais que acompanham o bebê esperando, nossa libido está a meio mastro.

Em resumo, a libido às vezes é complicada.

Dito isto, a perda da libido é um assunto comum: embora admitamos, isso pode incomodar muitos casais, mas isso não é inevitável.

Ajudamos você a encontrar o desejo de seu parceiro com bons conselhos, preliminares bem orquestradas e bons gestos sexuais a adotar .

Aumenta a libido apimentando sua vida sexual

Para apimentar sua vida sexual e encontrar o desejo de querer, damos as melhores dicas. Claro, existem produtos e alimentos para aumentar sua libido  ( menus afrodisíacos ao vivo !)

Mas as soluções também estão lá, na sua cama. Idéias quentes, práticas sexuais … Você tem os remédios corretos contra a perda da libido e do desejo sexual.

O desejo sexual é também uma atmosfera. Aprenda a beijar , saber como se despir (o que eu digo, tira !), Dare striptease , conseguir escrever seu primeiro “sexto”, ter o bom amor playlist, sei as coisas para evitar também.

Em suma, damos-lhe as dicas para estar no bom humor.

Conheça o melhor estimulante sexual masculino do mercado, ele se chama Max gel.

Impulsionando sua libido, um caso de casal

E então, a libido, não é apenas um caso individual. É um negócio de casal. 

Para enfrentá-lo, novamente, nós intervimos e damos-lhe todas as dicas para  superar uma queda na libido no casal … 

Sua querida também vê sua libido cair diante de vários estresses da vida cotidiana, problemas no trabalho ou a instalação da rotina no casal. Não entre em pânico, encontre nossos artigos para impulsionar o desejo em seu casal . 

Você vê, não há problema, existem apenas soluções! As temperaturas aumentam subitamente em Cosmo quando se trata de aumentar sua libido!

Aumento peniano: aumentar o tamanho do pênis é realmente possível

Aumento peniano: aumentar o tamanho do pênis é realmente possível

Aumentar o tamanho do pênis é possível! Ao menos, é o que dizem alguns especialistas. Atualmente, os métodos propostos para realizar o aumento peniano são evoluídos e menos traumáticos. Sem serem miraculosos, é claro.

Aumento peniano: cirurgia reparadora ou estética

As cirurgias de aumento peniano têm se desenvolvido com o passar de 7 ou 8 anos, sob o impulso de cirurgiões especialistas. É importante lembrar que há dois casos distintos: em alguns pacientes, a cirurgia visa corrigir o micropênis. Isto é, quando a cirurgia é chamada de reparadora”. Neste caso, o pênis apresenta, além da dimensão, problemas funcionais. Ou então, o órgão sexual do homem requerente é perfeitamente normal e a intervenção é feita através de cirurgia plástica. Este segundo tipo de paciente simplesmente quer aumentar o tamanho do pênis para um efeito estético: é o que chamamos de “síndrome do vestiário”, trata-se da mesma situação de uma mulher que deseja aumentar os seios através de cirurgia plástica, por exemplo.

Aumento peniano: Alongar ou engrossar, você escolhe!

O que fazer para alongar e quais são os resultados?

Os ligamentos que conectam o osso púbico ao corpo cavernoso são cortados (sob anestesia geral). Isso faz com que o pênis flácido ganhe 2cm em média (de acordo com um estudo feito em cadáveres), sabendo que o resultado varia entre os pacientes. Os efeitos estéticos, geralmente, são positivos. A ereção, por outro lado, se torna instável em cerca de 1 em cada 5 casos. Atenção! O tamanho do pênis ereto não aumenta.

Implantar uma prótese peniana semi-rígida: trata-se de uma intervenção reservada aos micropênis, que permite, além de ganhar alguns centímetros, a restauração da ereção. Ela é introduzida no corpo cavernoso.

O que fazer para engrossar e quais são os resultados?

Para engrossar, é possível retirar gordura de outra parte do corpo (do abdômen, por exemplo) através de uma mini-lipoaspiração (com anestesia local) e reinjetá-la sobre toda a extensão do pênis ou aplicar o PMMA, um produto sintético que não será absorvido pelo organismo, de forma homogênea. O aumento peniano nesse tipo de intervenção chega a até 5cm de circunferência. A cirurgia não afeta a ereção.

Leia também: Como aumentar o pênis de verdade

O que pensar das intervenções de aumento peniano?

Especialistas da Associação Francesa de Urologia afirmam que estas intervenções não são medicamente validadas. “Ainda não existem estudos científicos rigorosos feitos nos pacientes submetidos a tais procedimentos para saber se os resultados foram completamente satisfatórios”. Além disso, não se sabe se as cirurgias são ou não suscetíveis de modificar, a longo prazo, as capacidades de ereção.

Impotência – Disfunção Erétil

Disfunção erétil: características da impotência masculina, principais causas da natureza física e psicológica e os melhores tratamentos.

Disfunção erétil: como se manifesta e dados sobre difusão

disfunção eréctil é definida pela Consensus Conference dos Institutos Nacionais de Saúde em 1993 como ” a incapacidade persistente para atingir e / ou manter um ereção suficiente para uma relação sexual satisfatória .”

disfunção eréctil pode ocorrer como episódio isolado (neste caso pode refletir um distúrbio físico momentânea ou um problema temporário de natureza psicológica), pode representar, ou um problema crônico que ocorre repetidamente. A disfunção erétil pode ocorrer em ‘homem de todas as idades, embora mais frequente em idade avançada.

Os dados sobre o fenômeno da disfunção erétil (muitas vezes também chamada impotência sexual ) mostram toda a sua relevância para o bem-estar pessoal e torque: um dos estudos italianos de maior autoridade, que remonta a 2000, mostrou que cerca de 13% da população masculina italiana (cerca de três milhões, incluindo solteiros e viúvos) apresentam impotência sexual , considerando pacientes que sofrem episódios recorrentes e ocasionais. Destes, 70% têm mais de sessenta anos de idade (Parazzini et al., 2000).

Conheça o produto que esta acabando com os problemas sexuais do homem moderno, ele se chama Destruidor de Ejaculação Precoce.

Nos últimos anos tem havido um aumento considerável nos pedidos de tratamento para este problema, provavelmente também como conseqüência de uma mudança cultural que viu o homem gradualmente emergir do clichê do “homem que nunca deve pedir” e mais atencioso e respeitoso. mesmo de suas próprias dificuldades. No entanto, a vergonha frente a esse tópico ainda é um forte obstáculo para uma gestão eficaz, sem falar na desorientação devida a tantas (más) informações que, graças à internet, empurram cada vez mais pessoas para serem diagnosticadas e tentar tratamentos sem indicação médica e / ou psicológica adequada, com risco de cronizar o transtorno e agravar a situação.

disfunção eréctil é, portanto, uma condição a ser considerada uma vez que podem afetar o bem-psicologia física e mental da pessoa, bem como tendo impacto sobre as relações sexuais e românticas das pessoas afetadas.

Transtorno Erétil: definição e características

A  Disfunção Disorder (ED), comumente definida  impotência sexual, de acordo com o DSM-5 (APA, 2013) apresenta uma série de características distintivas, que são:

A. O indivíduo deve relatar, em todas ou quase todas as relações sexuais (cerca de 75-100%), um dos seguintes sintomas:

1. Marcado dificuldade em obter uma ereção durante a atividade sexual. 
2. Marcada dificuldade em manter uma ereção até a conclusão da atividade sexual. 
3. Marcada diminuição da rigidez erétil.

B. Os sintomas do Critério A duraram pelo menos cerca de 6 meses. 
C. Os sintomas do Critério A causam sofrimento clinicamente significativo no indivíduo. 
D. A disfunção sexual não é melhor explicada por um transtorno mental não sexual ou como conseqüência de desconforto relacional grave ou outros estressares significativos e não é atribuível aos efeitos de uma substância / droga ou outra condição médica.

pesquisa de diagnóstico e ‘parte importante especificar: 
O tipo de início de disfunção erétil : 
ao longo da vida: O distúrbio de disfunção erétil está presente quando o indivíduo se torna sexualmente activa. 
Adquirida: A desordem começa após um período de função sexual relativamente normal.

O nível de generalização da disfunção erétil : 
generalizada. Não se limita a certos tipos de estimulação, situações ou parceiros. 
Situacional: Ocorre apenas com certos tipos de estimulação, situações ou parceiros.

O nível atual de gravidade da disfunção erétil : 
Leve: leve desconforto nos sintomas do Critério A. 
Moderado: Sofrimento moderado nos sintomas do Critério A. 
Grave: Sofrimento severo ou grave nos sintomas do Critério A.

disfunção erétil pode ocorrer subitamente, sem disfunção sexual anterior, ou gradualmente, ao longo de um período de relações sexuais mais ou menos satisfatória e / ou uma diminuição do desejo sexual. Alguns homens que sofrem de disfunção erétil podem conseguir uma ereção apenas durante a masturbação ou ao despertar.

Um dos estudos italianos de maior autoridade, que remonta a 2000, mostrou que cerca de 13% da população masculina italiana (cerca de três milhões, incluindo único e viúvos) presente  impotência sexual, considerando os pacientes que sofrem tanto recorrente ou ocasional; destes, 70% têm mais de sessenta anos (Parazzini et al., 2000).

Os fatores de risco são diferentes e incluem: distúrbios vasculares, traumas espinhais ou pélvicos, neuropatias, disfunção hormonal, tabagismo, álcool, drogas, ansiedade, depressão, problemas conjugais e elementos contextuais (Simonelli, 1997).

A reação de alarme é um mecanismo muito importante envolvido na etiologia e manutenção da impotência . Isto é expresso intervém quando o sistema nervoso simpático (também chamado simpático), antagonista do sistema parassimpático que sustenta a ereção, que atua como um “extintor de incêndio” em emoção, drenando o sangue da área genital para as pernas e músculos dos braços , preparando assim o corpo para reação de ataque / fuga.

O medo do perigo é uma emoção fundamental que nos permitiu sobreviver como espécie: seria muito desvantajoso ser excitado sexualmente, em vez de estar pronto para fugir no momento em que enfrentássemos um predador! 
Também é verdade que o ser humano é cognitivamente mais complexo que o homem das cavernas. De fato, a reação de alarme está freqüentemente ligada a mecanismos complexos: o medo de não ser igual, de recusar, de perder o amor ou a estima do parceiro; a necessidade de manter todos os eventos somáticos sob controle;sentindo-se vulnerável; a tendência de atribuir a si mesmo a responsabilidade por qualquer falha; o medo de abandonar a si mesmo; etc.

Por esta razão, é mais fácil entender a impotência psicogênica como devido a uma ansiedade de performance, potencialmente mantida por um círculo vicioso (a famosa profecia auto-realizável). Pense em um exemplo de um homem que já sofreu um episódio de disfunção erétil . Sendo incomodado pelo seu passado sem sucesso, ele provavelmente estará preocupado que isso aconteça novamente e, experimentando ansiedade, na verdade automaticamente fará com que futuros “fracassos” sejam mais prováveis.

O papel das mulheres na prevenção do distúrbio erétil é certamente importante: uma atitude de desqualificação e a incapacidade de enfrentar um momento de dificuldade de forma cooperativa e cúmplice está frequentemente na origem de uma cronicidade do distúrbio; Na verdade, o episódio que normalmente poderia ser considerado um acontecimento isolado na vida sexual do casal, é muitas vezes visto como um obstáculo intransponível que certamente voltará periodicamente.

Acrescentamos também que, em tenra idade, a excitação psicogênica é absolutamente predominante, ao passo que, com o passar dos anos, torna-se necessário acrescentar uma parcela crescente da estimulação direta. Estar ciente disso pode aliviar as tensões que às vezes experimentam casais mais tarde com os anos que desejam manter uma vida sexual. De fato, se o casal não encontra a maneira de integrar essas mudanças de maneira diferente, muitas dificuldades podem surgir no gerenciamento da excitação (Fenelli, Lorenzini, 1999; Simonelli, 1997).

Tratamentos farmacológicos para impotência sexual masculina e feminina

Tratamentos farmacológicos para impotência sexual masculina e feminina

É sabido que homens e mulheres possuem problemas relacionados ao desejo sexual. Mais conhecido em homens, os problemas de impotência sexual causam constrangimento, vergonha e até mesmo infelicidade conjugal. Além dos problemas com a libido e a disfunção erétil, a infertilidade também afeta o planejamento familiar de muitas pessoas.

Mas o texto aqui enfoca a questão da impotência sexual, que pode ser enfrentada com técnicas diversas, sobretudo a terapia psicológica, e em nível orgânico, com o auxílio de medicamentos disponíveis no mercado.

Somos uma plataforma dedicada ao conhecimento que só poderá continuar a existir graças a sua comunidade de apoiadores. Saiba como ajudar.

No sexo masculino

Como se pode imediatamente imaginar, a dificuldade de ter e manter a ereção se constitui de um grande empecilho à vida sexual do homem. Obviamente não se trata de reduzir a vida sexual à função fisiológica do órgão genital, tampouco incentivar esse pensamento, mas culturalmente o pênis e a ereção se constituem na principal maneira do homem realizar o sexo e sentir prazer.

Opções disponíveis no mercado

O Viagra (citrato de sildenafila) se tornou sinônimo popular de medicamento para a disfunção erétil. Descoberto em quando começou a ser aplicado na clínica cardiológica. Era um remédio para o coração, porque age no mecanismo de contração cardíaca. Um dos efeitos colaterais consistia em provocar ereções prolongadas nos pacientes, conhecidas como priapismo. Surgiu na década de 90, teve essa reviravolta comercial e acabou se tornando um sucesso maior do que na clínica cardiológica.

Artigo sobre o histórico e o impacto do Viagra

Alternativamente, visando especificamente esta fatia do mercado, surgiu o Cialis (tadalafila), um medicamento que também provoca este efeito. Os dois são empregados para o tratamento de hiperplasia benigna da próstata (HBP), quando acontece um aumento não maligno no tamanho da próstata – calma, não é câncer!

A HBP provoca o intumescimento da próstata, o medicamento age ao regular o fluxo sanguíneo local. Um sinal que indica a existência de HBP é o aumento na frequência de idas ao banheiro, portanto, fique alerta!

E no sexo feminino?

Neste caso, não há este tipo de problema relacionado à circulação. Mas como sabemos, a natureza da sexualidade feminina envolve fatores diferenciados. E assim nos perguntamos: qual o problema da impotência na mulher?

A menopausa, que consiste na redução dos hormônios sexuais femininos e na interrupção do ciclo menstrual regular, acontece com as mulheres que estão vivendo a meia-idade e é varíavel quanto ao seu início. É um dos principais problemas clínicos vividos por mulheres na faixa dos 40 até 50 anos de idade, o que acaba envolvendo o período conhecido como pré-menopausa.

Leia também: Viagra Natural bula

Opção disponível no mercado

O Addyi (flibanserin) foi aprovado em 2015 pela Food and Drug Administration (FDA), o órgão que regulamenta a liberação de medicamentos para o mercado dos EUA. Seu mecanismo consiste em atuar na chamada desordem do desejo sexual hipoativo (em inglês, HSDD), que como sugere, prejudica o desejo da mulher pelo sexo.

Artigo (2016) sobre a aprovação do flibanserin

Parecer da FDA sobre o medicamento

Seu mecanismo envolve o agonismo no receptor de serotonina, isto é, ele age diretamente sobre o receptor 5-HT1A. Entretanto, a aprovação do medicamento se deu apenas para o grupo estudado, que comprovadamente sofre desta desordem. Seus efeitos colaterais devem ser avaliados, pois há risco de causar, dentre outras coisas, sonolência e hipotensão.

O que o cigarro faz na vida sexual

Os impactos do tabagismo na disfunção erétil

Quando as artérias ficam obstruídas, a irrigação do sangue em direção aos tecidos esponjosos do órgão masculino pode se tornar difícil, favorecendo o surgimento de distúrbios relacionados à disfunção erétil. A principal causa da esclerotomia vascular é o tabagismo: o tabagismo, como afirma o Ministério da Saúde, danifica o coração e as artérias, aumentando o risco de doenças cardiovasculares graves, com consequências em cascata em numerosos órgãos e aparelhos. A aterosclerose dos vasos sanguíneos causada pelo tabagismo, portanto, está entre as causas da disfunção erétil masculina.

O tabaco e a nicotina produzem efeitos negativos na saúde geral do fumante 10  e, especificamente, essa análise, em sua capacidade sexual: com base nos achados do Ministério da Saúde, o tabaco não apenas reduz a ereção devido a ‘obstrução vascular, através da formação de ateromas nas artérias, mas também desempenha um papel direto na deterioração do tecido erétil do pênis.

A elasticidade do pênis e sua capacidade de dilatar, consequentemente, são reduzidas de forma ainda mais crítica: uma evidência verificada por alguns estudos experimentais conduzidos pela Universidade de Ciências Médicas de Teerã, que também esclareceu como o fumo pode danificar a qualidade da ereção, a fase de manter a rigidez, alongando o período de refratariedade. Com base no estudo iraniano, verificou-se que, em comparação com aqueles que nunca fumaram durante a sua vida, os fumantes têm 51% mais risco de desenvolver problemas de disfunção erétil, enquanto que para ex-fumantes, esta incidência cai abaixo do limite de 20%.

Além disso, em 2014, o Journal of Sexual Medicine publicou um estudo mostrando a conexão entre o número de cigarros fumados e os riscos associados à disfunção erétil. Com base nas evidências recolhidas a partir desta pesquisa, verificou-se que fumar mais de 10 cigarros por dia aumenta em 85-90% as chances de desenvolver dificuldade em manter a ereção.

Parar de fumar: os benefícios na qualidade da ereção

Como demonstrado por um estudo conduzido pelas Escolas de Saúde Pública e Enfermagem da Universidade de Hong Kong, indivíduos do sexo masculino que pararam de fumar se beneficiam de um impacto positivo na capacidade erétil, melhorando a qualidade geral da ereção em 91,5%.

O estudo, que durou três anos, envolveu quase 700 homens com idades entre 30 e 50 anos, já em tratamento contra a impotência. Durante a análise, verificou-se que mais de 50% dos sujeitos que combinaram a terapia de cessação do tabagismo tiveram uma melhora decisiva na ereção e na qualidade geral da esfera sexual. Em contraste, apenas 28,1% dos pacientes fumantes tratados para impotência apresentaram resultados eréteis crescentes, obtidos apenas graças às terapias farmacológicas.

Deixar de fumar, portanto, permite obter efeitos positivos concretos na qualidade da ereção: por essa razão, a eliminação do tabagismo pode ser considerada como uma terapia de primeira linha a ser implementada para o tratamento da disfunção erétil.

Então para você que esta passando por problemas parecido e desconfia que a causa seja o tabaco o melhor que você tem a fazer é se informar com algum médico ou começar a pesquisar sobre o assunto.

Em blogs sobre impotência e ejaculação precoce e que vai te ajudar certinho sobre estes problemas, eu tenho um especial que se chama blog da cis. Eu recomendo.

O top 5 mata-amor na cama

Às vezes, ao fazer amor, apenas um detalhe para te cortar. O culpado que está em seus braços ainda não o sabe, mas, por uma razão ou outra, ele perdeu 10 pontos na escala de sua libido. Lista de “matar amor” na cama, depoimentos em apoio.

1- “O mau hálito é o pior …”

“Eu tinha visto em um site de namoro, conversamos muito antes de nos encontrarmos. O sentimento virtual correu bem. Quando o vi no bar, tive uma boa impressão. Garoto bastante bonito, pensei que ia passar uma boa noite / noite. Mas assim que ele abriu a boca a poucos centímetros de mim: inferno. Este estranho cheiro de dente cariado, como carne estragada. Em suma, ainda nos beijamos. No calor do momento, estava tudo bem. Ele me levou para casa e lá … foi o drama. É bobo, mas o mau hálito é o pior sexo assassino que eu já conheci. Eu teria preferido o cheiro de tabaco frio. Então não fizemos nada, simulei uma dor no crânio e saí. ” Alice, 29.

Leia mais sobre o produto Gandrox XL que esta acabando com os problemas sexuais de muitos homens

2- “Seu gato agachou a noite toda …”

“A primeira vez que dormi com a minha namorada foi em casa, no seu pequeno estúdio em Paris. Na época, ela morava com seu gato, ou melhor, sua buceta, por 5 anos. Ela até compartilhou sua cama com sua bola de pelo. Então, quando tínhamos que ir aos negócios em um sábado à noite: impossível mover essa cama bastarda. O animal se agachou a noite toda … Nós tivemos que nos organizar para não rolar durante nossas travessuras. Às vezes eu até tive a impressão de que ela estava nos observando e isso a impulsionou. Não é ideal para a libido. Desde que é melhor, nós compramos para ele uma cesta aconchegante. ” Thomas, 30.

3- “A calcinha da Hello Kitty, sério? “

“Ela tinha um corpo de deusa, uma cabeça de atriz, um olhar de orf … Em suma, eu me apaixonei em poucos segundos. Ainda assim, eu não sou um coração de alcachofra. Começamos a mexer um no outro no banheiro do bar. Comecei a tirar o colete para desabotoar as calças. Depois de alguns minutos de perplexidade, percebi que ela estava usando uma calcinha da Hello Kitty. Tive a impressão de estar na frente de uma criança. Na minha cabeça, imaginei a renda das cordas. Eu disse a ela que sabia que era idiota que parasse com isso, ela riu. Posteriormente, nos encontramos novamente e sua calcinha Hello Kitty havia desaparecido … ” Fabrice, 34 anos.

” Ela falou falou falou e eu acabei dormindo”

“É uma garota que eu conheci em Boulot. Nós estivemos por aí por alguns meses. Uma noite havia um pote muito molhado. Nós dois bebemos muito, forçou a reaproximação. Eu estava determinado a passar a noite com ela. De sua parte, ela ainda era um pouco manca e nunca teria dado o primeiro passo. Depois de algumas taças de champanhe, ofereci-me para ir de táxi para casa. Ela disse que sim. Nós acabamos em seu apartamento. Ela ainda me serviu para beber, só para afogar o peixe … Nós fomos para a cama. Ela falou, falou, falou … e adormeceu. Ela cortou todo desejo por sexo. Como sexo assassino, não há melhor. Você perde toda a confiança em si mesmo em um segundo. Felizmente, reiteramos a experiência mais tarde, e passamos várias noites fazendo amor até de madrugada. Mas ainda assim! “Laurence, 26 anos 

5- “Eu não entendo o que você quer …”

“Eu estava em um ano de intercâmbio em uma universidade americana e conheci uma garota que gostei muito durante uma festa. Dormimos juntos a primeira noite. Eu ainda não falei inglês. Mas para esse tipo de coisa, eu pensava que a linguagem era universal ou pelo menos instintiva … Exceto que lá, a senhora queria coisas específicas e eu não entendia nada. Eu disse: “Eu não entendo o que você quer …” . Eu tive que fazê-la repetir o que ela queria. Eu levei alguns momentos para entender algumas coisas. Em suma, você não pode reiniciar a máquina após várias paradas sucessivas. Débandade assegurada. ” Maxime, 27

Conheça os tratamentos para a impotência sexual

Conheça os tratamentos para a impotência sexual

A doença, que atinge 4 a cada 10 homens no País, pode ser tratada com medicamentos ou cirurgia de implante

A disfunção erétil, conhecida popularmente como impotência, caracteriza-se pela incapacidade de obter ou manter uma ereção satisfatória para a atividade sexual. Apesar da gravidade do problema, que atinge 4 a cada 10 homens no Brasil e se concentra, em média 40%, entre os com mais de 50 anos, a vergonha afasta os pacientes dos tratamentos e impede que eles tenham acesso aos medicamentos ou até mesmo às cirurgias que podem reverter a doença.

Leia Também: Big Size

Impotência sexual por trás do câncer de pênis
Anvisa suspende venda de produto chinês para disfunção erétil
Em quase todos os casos, a disfunção erétil é reversível
Apreendida falsificação de remédio para disfunção erétil
Segundo o urologista Filipe Tenório, do Hospital Santa Joana Recife, a ereção acontece quando a primeira camada do vaso sanguíneo libera substâncias que dilatam os vasos permitindo a passagem de sangue nos corpos cavernosos. Quando há alguma lesão nessa camada, seja por diabetes, tabagismo ou pressão alta, os vasos não dilatam e o sangue acaba não chegando ao pênis.

As causas da disfunção podem ser orgânicas ou psicogênicas. “Na orgânica, ela é ocasionada por lesões nas artérias, veias e nervos ou pelo uso de drogas, anabolizantes, bebidas alcoólicas ou cigarro. Já na psicogênica, a impotência é provocada pelo excesso de ansiedade, stress e alto nível de adrenalina, que fecham os vasos sanguíneos impedindo a circulação do sangue no corpo cavernoso do pênis”, revela. A questão psicológica mesmo que não inicial, vai estar sempre envolvida. “Os homens associam a ereção à virilidade e masculinidade, o que gera um grau elevado de auto cobrança. Medo, stress, ansiedade e adrenalina em excesso podem agravar o quadro”, explica Tenório.

Leia também: Big Size

Ainda de acordo com o médico, o tratamento pode ser realizado através de terapia psicológica, medicamentos orais, medicamentos injetáveis e com cirurgia, para os casos mais graves em que o paciente não responde aos remédios. “A operação é chamada de implante de prótese peniana. Nela inserimos próteses infláveis ou maleáveis no corpo cavernoso do pênis e elas simulam o funcionamento natural do órgão. A taxa de sucesso e satisfação é altíssima”, esclarece.

É importante ressaltar que o tratamento deve ser realizado precocemente porque a ereção é necessária para o pênis se manter saudável. “Se o paciente passa muito tempo sem ter ereção, as células ficam sem nutrientes e sem sangue rico em oxigênio. Assim, elas morrem e torna-se impossível de reverter”, finaliza Tenório. Além disso, a disfunção erétil pode ser sinal de outras enfermidades mais graves que ainda não se manifestaram no corpo, como, por exemplo, o infarto do coração.

Impotência sexual tem tratamento.

Impotência sexual tem tratamento

O urologista Flávio Frederico faz um alerta: o uso de medicamentos para impotência sem prescrição médica pode causar sérios danos à saúde

A impotência sexual, ou disfunção erétil, é um mal que aterroriza a imensa maioria dos homens. Preconceito, medo e vergonha fazem parte do cotidiano de quem sofre com o problema que, na maioria das vezes, pode ser diagnosticado e tratado rapidamente. Remédio para Impotência

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Urologia, impotência sexual é mais comum do que se imagina. No Brasil, pelo menos 25 milhões de homens sofrem com disfunção erétil. Não deixe acontecer de novo. Logo nos primeiros sinais, consulte um urologista.

De acordo com o médico urologista Flávio Frederico (CRM 27856), que é Membro Titular da Sociedade Brasileira de Urologia, disfunção erétil ocorre porque não chega sangue suficiente ao pênis ou o sangue não se mantém no pênis durante o tempo necessário para que a ereção aconteça”.Quando recebe estímulos, as duas grandes câmaras do pênis (corpos cavernosos) se enchem de sangue e as veias que permitem o fluxo sanguíneo do pênis para fora são bloqueadas. Assim o homem é capaz de obter e manter a ereção

A disfunção erétil pode ser causada por fatores orgânicos e psicológicos: diabetes, hipertensão arterial, doenças cardíacas, baixo fluxo sanguíneo, obesidade, depressão, estresse, ansiedade e medo. “Também é comumente relacionada com o tabagismo, uso de drogas, abuso de remédios e alcoolismo”, destaca o médico.Frequentemente a impotência sexual está relacionada com o alcoolismo, tabagismo e abuso de drogas e remédios

Problemas no órgão sexual como fibrose, cistos ou tumores, deformidades no órgão genital e algumas doenças neurológicas como Alzheimer, esclerose múltipla, Parkinson, lesões na medula ou tumor cerebral também podem provocar disfunção erétil.

“A impotência não oferece risco de morte, mas afeta significativamente as relações interpessoais, compromete seu bem-estar e a qualidade de vida. A maioria dos problemas que provocam a disfunção erétil podem ser tratados”, complementa Frederico.A impotência pode comprometer as relações interpessoais e provocar ou agravar problemas psicológicos

Sintomas

O principal sintoma é não conseguir a ereção ou a dificuldade de manter a ereção até o final do ato sexual. Ereção menos rígida e mais flácida também é comum.

“O paciente nota que começa a levar mais tempo para conseguir chegar a ereção e, quando chega lá, não consegue manter. Dificuldade de concentração e ejaculação mais rápida que o habitual também são queixas comuns”, relata o médico.O principal sintoma é não conseguir a ereção ou ter dificuldades para mantê-la até o fim do ato sexual

Outros sintomas como: diminuição dos pelos do corpo, alterações ou deformações ou redução do órgão sexual também são relatados no consultório do especialista.

“Quando o paciente chega ao consultório com queixa de disfunção erétil, o primeiro passo é investigar as causas do problema. Fazemos um registro detalhado das queixas, assim como uma investigação sobre hábitos, como tabagismo, consumo de remédios, entre outros. No exame físico investigamos deformidades no órgão genital, doenças na próstata, sinais de doenças cardiovasculares ou problemas neurológicos.”, diz o médico.

Quando necessário, o médico pode também pedir a realização de exames de laboratório para avaliar os níveis dos lípidos, açúcares e do hormônio testosterona no organismo, pois esses valores podem ajudar a identificar o possível problema.

Impotência sexual e diabetes

Uma das causas mais comuns da disfunção erétil é a diabetes, especialmente em homens com menos de 50 anos de idade.

“O diabetes provoca o espessamento das artérias, deixando menos espaço para a circulação de sangue. Mais da metade dos homens que sofrem de diabetes irão ao longo do tempo desenvolver disfunção erétil”, destaca o médico.

Tratamento

O tratamento vai depender do diagnóstico. No caso dos diabéticos, por exemplo, o primeiro passo é controlar os níveis de açúcar no sangue, através do uso de medicamentos e do regime alimentar.

“Em alguns casos, será necessário o uso de medicamentos é indispensável para ajudar os vasos sanguíneos da região peniana a funcionarem melhor”, complementa o médico.Somente um especialista deve indicar o uso de medicamentos para impotência. Seu uso indiscriminado e sem orientação médica pode causar sérios danos a saúde e oferecer risco de morte

Outros tratamentos como: terapia de reposição de hormônios, uso de aparelhos que favorecem a ereção, cirurgia para a implantação de próteses penianas, aconselhamento psicológico e psicoterapia, entre outros também podem ser indicados, dependendo do caso.

É possível ter uma visa sexual ativa e feliz em qualquer idade. Converse com o seu urologista

“O primeiro passo é conversar com seu urologista. Ele irá fazer o diagnóstico correto e indicar o melhor tratamento para o seu caso. Não precisa ter vergonha ou preconceito. Quanto antes o tratamento começar, mais rápidos e eficientes serão os resultados. Não deixe acontecer de novo, procure um especialista”, aconselha o doutor Flávio Frederico.

Maca Peruana funciona? Nossa opinião!

Maca Peruana funciona? Nossa opinião!

Quer saber se o Maca Peruana funciona de verdade? Então você está no lugar certo.
Resolvi escrever esse artigo comparando minha experiência com o melhor “viagra natural” do mercado.

Aqui você saberá tudo o que precisa antes de comprar o Maca Peruana. Recebo diariamente inúmeras mensagens de pessoas em dúvida sobre o produto.

Esse artigo foi escrito com base nos resultados obtidos pelo meu marido, o Ricardo, que sofreu com a impotência sexual e a falta de desejo sexual durante alguns meses.

Enfim, vamos ao que interessa. No próximo tópico falarei um pouco da experiência que tivemos com o Maca Peruana.

Maca Peruana: Saiba Mais Sobre o Produto

O Maca Peruana foi o primeiro produto que ele testou. Conhecemos o produto depois de passar horas e horas pesquisando sobre o mesmo.

Encontramos inúmeros artigos falando super bem, dizendo ter obtido resultados rápidos e definitivos e isso nos motivou a comprar.

Mas mesmo assim, resolvemos pesquisar mais ainda sobre o produto.

E continuamos encontrando alguns artigos falando super bem sobre o produto, mas ficamos com o pé atrás, afinal, com o outro foi a mesma coisa.

Pesquisamos também informações sobre o composto do Maca Peruana: Maca Peruana + ZMA.

Descobri que essa era a melhor fórmula do mercado para curar a impotência sexual, não pensei duas vezes e comprei sem o Ricardo ver, por ele, não usaria mais essas cápsulas naturais.

O produto chegou bem rápido na nossa casa e no dia seguinte o Ricardo começou a tomar. Na primeira semana não sentiu diferença nenhuma e isso deixou ele um pouco desmotivado, mas não deixe-o desistir.

Convenci ele a tomar e assim o fez, no dia seguinte o Ricardo começou a tomar o Maca Peruana seguindo as recomendações do fabricante.

Na primeira semana já sentiu uma pequena melhora. Ele teve um desejo por mim e tivemos uma transa, coisa que não acontecia a um bom tempo… Isso nos deixou extremamente felizes!

Continuou o tratamento confiante que seria curado e foi! No final do tratamento, o Ricardo era outro homem, confesso que não reconhecia meu marido, ele estava ativo e insaciável, parecia uma fera em busca da sua presa (que sou eu, é claro! rs).

Graças ao Maca Peruana, hoje transamos em média uma vez por dia, fora aquelas rapidinhas que sempre rola né gente? Estou muito feliz, hoje meu marido me satisfaz por completo, parecemos dois adolescentes.

Se você procura um produto que aumente seu apetite sexual e acabe com a impotência, esse produto é o Maca Peruana Caps. Pode comprar sem medo, sua parceira vai te agradecer por isso!

Sim! Quero Meu Desconto Exclusivo

Como o Maca Peruana funciona?
Diferente de outros produtos do mercado, o Blue possui a poderosa Maca Peruana na sua composição. Talvez você não saiba, mas a Maca Peruana é uma poderosa raiz dos andes conhecida por aumentar muito o desejo sexual e combater a impotência sexual.

Segundo os nativos da região, todos os homens a partir dos 20 anos de idade usam a Maca Peruana.

Resumindo, se você quer voltar a ser um adolescente na cama, eu recomendo esse produto!

Anvisa
O Maca Peruana é totalmente aprovado pela Anvisa. Talvez você não saiba, mas é importante ficar atenta na hora que for adquirir produtos naturais e optar sempre pelos produtos aprovados em ambos os órgãos regulamentadores.

Optando por produtos aprovados você elimina o risco de ter efeitos colaterais que prejudicam sua saúde e claro, sempre procurar saber as contra indicações de cada produto.

Conclusão Final: Qual produto comprar?
Bom, se você chegou até aqui, provavelmente já sabe os resultados que meu marido teve com o produto.

Se você quer um produto que funcione de verdade, eu recomendo o Maca Peruana. Além de ser mais barato!

Lembrando que esse relato foi de acordo com a minha experiência. Meu objetivo com esse artigo é sanar suas dúvidas e te ajudar a optar pelo melhor produto.

Se você optou pelo Maca Peruana (Parabéns! Fez a melhor escolha), aqui está um link com desconto exclusivo. Basta clicar no botão abaixo e você será redirecionado para a página oficial do produto.

Eu não sei por quanto tempo esse desconto estará disponível, portanto, aproveite o quanto antes!

Qualquer dúvida pode deixar um comentário abaixo que eu te respondo, ok?

Power Blue– Fórmula, Composição, Ingredientes → Comprar

Power Blue– Fórmula, Composição, Ingredientes → Comprar

Muitas vezes eu escutei pessoas dizendo que a vida começa aos 40, e quando eu era mais jovem, lembro-me de pensar “Duvido que realmente comece!”, e hoje, com 44 anos, eu noto que o que começa são alguns probleminhas que antes não faziam parte de nossa vida. Power Blue me livrou de boa parte deles.

Acompanhe a seguir a minha história e veja como você pode eliminar alguns dos seus problemas com Power BLue.

Power Blue funciona Mudou a Minha Vida!
Pelo menos para mim, o que realmente começou foi um problema de disfunção erétil que quase conseguiu acabar com o meu casamento, e se minha mulher não me amasse realmente, eu possivelmente a teria perdido.

Disfunção erétil e ejaculação precoce são dois problemas que acabam com a moral de qualquer homem, especialmente porque nós temos como um dos pontos mais importantes do sexo a nossa capacidade de satisfazer nossa parceira.

Como eu estava com problemas, recorri a todos os tipos de tratamentos, dos mais convencionais aos menos convencionais, e minha baixa autoestima já estava começando a preocupar minha esposa e minha família.

Foi então que descobri um produto que fazia muito sucesso, e que prometia recuperar minha virilidade e me proporcionar ereções duradouras sem a necessidade de tratamentos invasivos: Power Blue composição.

A Solução: Power Blue
Conhecer o Power Blue bula foi o ponto de virada em minha vida, afinal de contas, eu já estava desesperado por não conseguir vencer meu problema de disfunção erétil, e já não aguentava mais ver minha esposa insatisfeita por minha causa.

Comecei a tomar as capsulas com muita esperança, porém, com um pouco de desconfiança, já que eu havia passado por diversos tratamentos sem sucesso algum e sem qualquer tipo de melhora, então, por que estas capsulas do Power Blue funciona?

O curioso é que em poucos dias de uso, notei que meu desejo por minha mulher estava começando a retornar, e aos poucos, eu começava a sentir vontade de procurá-la para fazer sexo novamente.

Para minha surpresa, eu não estava apenas conseguindo novamente proporcionar prazer para minha esposa, como também estava sentindo o aumento de virilidade e do meu desejo sexual, com apetite e disposição que se justificavam pela presença de ereções duradouras. Eu estava de volta!

Power Blue
O Power Blue tem em sua composição, ingredientes totalmente naturais.

E foi isto que me deu mais confiança na hora de começar a utilizá-lo, sendo que o principal destes ingredientes é a Maca Peruana Premium, que é reconhecida por trazer benefícios para a saúde sexual de homens e mulheres.

Além disto, há ainda outros componentes naturais, que desobrigam o Power Blue de apresentar uma bula, já que não possui qualquer tipo de contraindicação ou de efeito colateral, como medicamentos, por exemplo.

Power Blue Funciona de Verdade
É importante demais, no entanto, que procuremos saber como funciona o Power BLue ingredientes em nosso organismo, pois isto irá explicar melhor como ele consegue nos trazer de volta a disposição para ter ereções duradouras.

Dentre os benefícios que duas capsulas por dia de Power BLue proporcionam para nós, homens com mais de 40 anos, são os seguintes:

Combate a disfunção erétil
Estimula a libido e o desejo sexual;
Aumenta a produção de espermatozoides, aumentando a fertilidade;
Aumenta a produção de esperma;
Diminui a fadiga;
Melhora o desempenho sexual;
Aumenta as ereções;
Estimula a produção de testosterona.
Satisfação Garantida ou Seu Dinheiro de Volta!
QUERO TER MINHA VIDA SEXUAL DE VOLTA!

Vale a pena comprar o Power Blue?
Se você também está se fazendo esta pergunta, saiba que a resposta é um sonoro sim, pois o Power Blue funciona e apresenta resultados rápidos, devolvendo a virilidade e proporcionando ereções duradouras, trazendo de volta a felicidade e a autoestima.

O mais importante é que o Power Blue não é uma solução momentânea, é um tratamento que irá acabar com os problemas de disfunção erétil de uma vez por todas, você não precisará tomar remédio toda vez que quiser ter uma relação sexual e nem prejudicará sua saúde.

Comigo, o Power BLue fórmula funcionou muito bem e com milhares de homens que já fazem seu uso, mais para frente, vou mostrar alguns depoimentos que pesquisei na internet e que me ajudaram a ter certeza que comprar Power Blue, foi um dos melhores investimentos que já fiz na vida!

Satisfação Garantida ou Seu Dinheiro de Volta!

Power Blue Reclame Aqui
Uma boa forma de observar como anda a reputação e a fama do produto junto ao mercado é fazendo uma rápida pesquisa sobre o Power BLue Reclame Aqui. Com certeza você verá que praticamente não há reclamações.

Isto se explica pela qualidade e pela confiabilidade transmitidas pelo Power Blue para o mercado, fazendo dele um dos melhores e mais eficientes produtos contra disfunção erétil da atualidade.

Power Blue Depoimentos
Eu quis observar mais de perto o Power Blue Depoimentos para saber o que outras pessoas que já tinham usado achavam do produto e só me certifiquei de como o Power Blue funciona. Li alguns Depoimentos de outros usuários do produto.

Preço do Power Blue
O investimento vale muito a pena e com descontos como esses, você não vai se arrepender de jeito nenhum! Não perca tempo!

Ambas opções são excelentes, e ainda há a opção de parcelar em até 10 vezes, lembrando que tudo será feito dentro da plataforma de compra Monetizze, que é uma das mais seguras e confiáveis da internet.

Power Blue Comprar
Como comprar? Para comprar Power blue e fazer como eu, será necessário apenas acessar o site oficial do produto e escolher a melhor opção.

Passo 1: O primeiro passo é acessar o site oficial do fabricante
Passo 2: Escolha a quantidade de potes desejada, informe seus dados, escolha a forma de pagamento e finalize sua compra.

ATENÇÃO: Na compra do Power Blue opte por pagar com cartão de crédito ou por boleto bancário, e tenha a garantia de que, caso você fique insatisfeito, você terá o reembolso de seu dinheiro. Mas é evidente que isto dificilmente irá acontecer! Eu garanto!