4 DÚVIDAS QUE TODOS TÊM SOBRE O PROCESSO DE EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL

Para muitos, o corpo magro pode parecer uma meta impossível, já que passam grande parte de suas vidas lutando contra a obesidade e não conseguem vencê-la.

O que essas pessoas precisam saber é que todo mundo pode ter o seu corpo magro, basta respeitar o próprio organismo e entender qual é o seu peso adequado.

Além da questão estética, que acaba sendo um das grandes motivos dessa busca, os ganhos na saúde e até mesmo na disposição são os principais aliados do emagrecimento saudável.

O processo de emagrecimento para quem está realmente acima do peso carrega uma série de mitos e dúvidas e, muitas vezes, são as dúvidas que atrapalham o andamento desse objetivo.

Separamos aqui quatro dúvidas sobre como alcançar o corpo magro e falaremos um pouco sobre elas. Veja se você se identifica com alguma — ou, quem sabe, com todas!

#1. É PRECISO CORTAR ALGUM ALIMENTO DEFINITIVAMENTE?
A primeira coisa que vem à cabeça quando pensamos em emagrecer é que vamos ter que esquecer de vez aquelas comidas gostosas que não queremos viver sem. Logicamente, dependendo do quanto se come determinado alimento calórico, a redução é essencial.

Porém, é preciso lembrar que um método de emagrecimento saudável como o nosso, não é um dieta. Por isso, as pessoas não precisam se privar daquilo que gostam, apenas equilibrar o consumo com diferentes tipos de alimento. Esse equilíbrio é o que vai gerar o emagrecimento, como uma consequência natural.

#2. DEVO ESTABELECER METAS PARA ALCANÇAR O CORPO MAGRO?
Outra dúvida de quem quer emagrecer é sobre criar ou não uma meta, com peso adequado, índice de massa corpórea (IMC), dentre outras características que podem ser mensuradas.

Acreditamos em um processo natural, mas que envolva também um grau elevado de consciência sobre onde o indivíduo está e onde ele quer chegar. Há pessoas, por exemplo, que têm pânico de balança e fogem de fotografias. Por isso, trabalhamos com o exercício da autoimagem, que consiste em uma representação visual do objetivo de corpo magro que a pessoa deseja alcançar.

Ter uma meta concreta, passível de ser observada e monitorada progressivamente, é um fator motivacional que dá mais sentido ao processo de emagrecimento, além de reforçar a cada dia o objetivo que se almeja alcançar, pois não há emagrecimento duradouro sem um trabalho psicológico.

#3. DÁ PARA EMAGRECER SEM SOFRER?
Como existem muitos regimes restritivos por aí, o emagrecimento ficou associado ao sofrimento e à privação. De fato, fazer a dieta da sopa, da proteína ou da lua é mesmo um sofrimento, pois ninguém gosta de comer sempre a mesma coisa e, em muitos desses casos, passar fome.

No entanto, a reabilitação alimentar é diferente de tudo o que se conhece, até mesmo da reeducação alimentar, pois não propõe mudanças drásticas na alimentação diária.

Sem métodos radicais, e sem sofrer, a reabilitação alimentar é uma abordagem focada em mudanças duradouras e de longo prazo.

Por isso, qualquer hábito que não possa permanecer na vida da pessoa, como medicamentos, shakes e privações, não combina com a nossa visão sobre saúde.

#4. EXISTE UM MÉTODO GARANTIDO PARA ATINGIR O CORPO MAGRO?
Finalmente, vamos falar sobre aquela dúvida que faz alguns desistirem antes mesmo de começarem.

Pensamentos como “é impossível ser magro”, “nem vou começar porque sei que não consigo emagrecer, já tentei antes” ou “melhor aceitar que meu corpo vai ficar assim pra sempre” são resultado de ideias distorcidas. Essas são algumas das faces da famosa resistência.

Tudo isso é baseado em crenças repetidas muitas e muitas vezes e que acabaram se tornando verdades absolutas para o senso comum, como aquela de que a pessoa que tem “facilidade” em engordar e por isso nunca ficará magra.

Leia também: Phytophen é bom

No entanto, o Método Tático de Reabilitação Alimentar está aí para desmontar essas crenças. Os inúmeros casos que nós temos como exemplo são a prova de que nada disso é verdade.

Leia também: Dietas de emergência

Nosso programa respeita os hábitos de cada um, bem como sua filosofia de vida e organismo. Por isso, ele não propõe mudanças padronizadas para todos, apenas equilibra aquilo que está fora de controle, fazendo recomendações e direcionando o aluno com aulas e materiais de apoio.

Acreditamos que cada um deve aprender a reconhecer os sinais do próprio corpo e, a partir do momento que esses sinais forem respeitados, o emagrecimento ocorrerá de maneira natural.

Leia também: Kifina é bom

Quer calcular a sua Meta? Veja se você está precisando emagrecer por meio da nossa calculadora! Aproveite e se inscreva na nossa newsletter e fique por dentro de todas as nossas notícias e dicas.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *